Manifestantes fazem ato em frente a supermercado onde jovem foi morto

Uma manifestação foi realizada na tarde deste domingo (17) em frente ao supermercado Extra na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ) em protesto contra a morte de Pedro Henrique Gonzaga, de 25 anos. O jovem foi agredido na última quinta-feira (15) com um ‘mata-leão’ por um segurança do estabelecimento. As informações são do G1.

Cartazes com dizeres como “Vidas negras importam” e “Minha cor não é um crime” foram colados na grade de proteção do local.

O corpo de Pedro Henrique foi enterrado neste sábado (16) no Cemitério Jardim da Saudade. Parentes contaram ao G1 que a vítima tinha um filho de apenas oito meses. O segurança, identificado como Davi Ricardo Moreira, foi preso.

Além do ato do Rio Janeiro, outras manifestações foram marcadas em Belo Horizonte, São Paulo, Fortaleza, Mato Grosso do Sul e Recife. Nas redes sociais, dezenas de fotos das manifestações foram postadas com a hashtag #VidasNegrasImportam.

18/02/2019