Lula decide não encontrar familiares após enterro de irmão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu não deixar a prisão para encontrar familiares, depois de a autorização do Supremo Tribunal Federal ter sido publicada pouco antes do horário marcado para o enterro de seu irmão Vavá, morto na última terça-feira, disse uma fonte do PT.

A decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, autorizou que Lula fosse ao ABC paulista encontrar a família em uma unidade militar, e se fosse o caso, que o corpo de Vavá fosse levado ao local. No entanto, a autorização foi dada menos cerca de 20 minutos antes do horário marcado para o enterro, às 13h, e o irmão do ex-presidente já foi sepultado, diz o MSN.

O pedido inicial, apresentado no final da manhã de terça à Vara de Execuções Penais de Curitiba, foi negado na madrugada desta quarta.

De acordo com a fonte, o PT divulgará uma nota explicando as razões do presidente se negar a fazer a visita depois do irmão já ter sido enterrado.

30/01/2019