Irmãos acusados de venda clandestina de Iphones se entregam ao Gaesf

Mais dois suspeitos de participarem do esquema de vendas clandestinas de Iphones, em Maceió, se entregaram na manhã desta quarta-feira (10), na sede do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), no Ministério Público Estadual (MPE), no bairro do Poço.

De acordo com informações da assessoria de Comunicação do MP, os empresários e irmãos, Hugo Acioly e Igor Acioly, que estavam foragidos, são responsáveis por duas lojas – localizadas na parte baixa da capital – que comercializavam aparelhos telefônicos sem nota fiscal. Igor ajudava o irmão na venda e entrega dos equipamentos.

Ainda conforme a assessoria, seguem foragidos Daiane Martins e Amerison Souza.

De acordo com o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal (Gaesf), do Ministério Público Estadual (MPE-AL), Cyro Blatter, uma nova fase da operação será iniciada e o Gaesf também irá investigar se houve alguma facilitação para a entrada desses aparelhos e comercialização na internet com preços fora do comum.

Outros crimes como, corrupção de agente público, lavagem de dinheiro e falsidades serão investigados.

10/07/2019