Depois de abandonar o Brasil, Jean Wyllys continua a ser ameaçado

Nesta segunda, 28, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) recebeu um novo e-mail no qual o autor diz que está armado e pronto para matá-lo. Mesmo depois de desistir do mandato parlamentar devido às ameaças, as intimidações não terminaram.

O jornal “O Globo” teve acesso ao e-mail.

“Bixa desgraçada! Sei que você está na (cita o nome do suposto país onde Wyllys estaria) e provavelmente está atrás de mim. Saiba que estou armado e pronto para lhe matar. Você é a escória, você é o lixo. Você mudou-se para (cita novamente o país) e deixou todos os seus parentes no Bostil. Saiba que meu maior desejo é te decapitar e postar o vídeo na Deepweb. Você e sua querida mãe”.

Wyllys, eleito pela terceira vez consecutiva pelo PSOL do Rio de Janeiro, anunciou a desistência de seu novo mandato na última quinta-feira, 24. Em entrevista exclusiva à Folha de S.Paulo, o parlamentar, que está de férias em outro país, contou que não pretende voltar e que vai se dedicar à carreira acadêmica.

Ele vinha recebendo ameaças de morte com frequência e vive sob escolta policial desde o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), em março do ano passado. Com o aumento dos riscos, o deputado decidiu abandonar a vida pública para se proteger.

29/01/2019